Itália elege primeiro senador negro do país

Toni Iwobi é imigrante de origem nigeriana

Itália elege primeiro negro ao senado
Itália elege primeiro negro ao senado (foto: Reprodução / Rai News)
15:57, 06 MarMILÃO ZCC

(ANSA) - As eleições legislativas da Itália não só marcaram a vitória da extrema direita, como também entraram para a história ao eleger o primeiro senador negro do país.
   

Aos 62 anos, Toni Iwobi é de origem nigeriana e é membro do partido ultracionalista Liga Norte, liderado por Matteo Salvini, há mais de duas décadas. O empresário do ramo de tecnologia da informação é vereador na cidade de Spirano, na província de Bergamo, desde 1993.
   

"Realmente boas notícias. Mas agora uma estratégia cheia de responsabilidade se abre. Eu pertenço à pátria, mas também aos territórios que me elegeram", ressaltou Iwobi ao ser eleito.
   

Responsável pelas políticas imigração na Liga, o novo senador está entusiasmado com o resultado das eleições, que vieram depois de "tantos anos de trabalho". No entanto, sua militância no Liga Norte tem sido alvo de polêmica e controvérsia na imprensa italiana, já que o partido é o principal defensor da expulsão de todos os imigrantes clandestinos do país.
   

Questionado se Salvini é racista, Iwobi respondeu: "Sou negro e sou da Liga, então, o quê? Se vocês acreditam que as duas coisas estão em contradição, estão errados. Está escrito em algum lugar que uma pessoa negra não pode votar? A Itália é um país democrático ou não? Sim, e, portanto, tenho o direito de pertencer à área política que quero".
   

Para Iwobi, seu partido tem o objetivo de proteger os refugiados em situação regular no país, principalmente pelo alto número de imigrantes que há na Lombardia. Segundo ele, 40% deles sofreram os efeitos "mais dolorosos da crise".
   

No entanto, o partido "não estava no governo e não podia fazer nada". "Precisamos trazer ordem para a imigração, que não deve custa um centavo aos bolsos dos italianos nem sequer pode custar 15 mil mortes no Mediterrâneo. É por isso que muitos imigrantes legalizados votaram na Liga", afirmou o político. (ANSA)

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA