Policial é condenado por estupro de turistas em Florença

Justiça ainda julgará o 2º agente envolvido no caso de 2017

Policial é condenado por estupro de americana em Florença
Policial é condenado por estupro de americana em Florença (foto: ANSA)
15:38, 12 OutFLORENÇA ZCC

(ANSA) - Um tribunal de Florença, na Itália, condenou nesta quinta-feira (11) um dos dois carabineiros denunciados pelo estupro de duas estudantes norte-americanas em setembro de 2017.

Na decisão judiciária, o ex-agente Marco Camuffo, de 48 anos, deverá cumprir pena de quatro anos e oito meses de reclusão, enquanto que seu colega, Pietro Costa, 33 anos, irá a julgamento somente no dia 10 de maio de 2019.

O episódio teria ocorrido na madrugada de 7 de setembro do ano passado, quando os policiais haviam sido enviados a uma discoteca no centro histórico de Florença para apartar uma briga. Logo depois, eles ofereceram carona para as duas meninas que estavam no local alcoolizadas. Ao chegar na residência, cada agente teria aproveitado da embriaguez das turistas para violentá-las sexualmente.

Durante a audiência, Camuffo, o único presente dos dois acusados, fez uma declaração espontânea afirmando que não era sua ideia acompanhar as duas garotas em casa, mas sim de Costa. 

Ele ainda ressaltou ser inocente, porque as relações sexuais foram consensuais. No entanto, a suposta vítima, por sua vez, explicou que desde o primeiro momento estava com medo, considerando que o homem tinha uma arma. (ANSA)

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA