Ação contra 'ndrangheta prende mafiosos na América do Sul

Prisões também foram efetuadas em Alemanha, Holanda e Bélgica

Homem é detido em Reggio Calabria, no sul da Itália, por suposta ligação com a 'ndrangheta
Homem é detido em Reggio Calabria, no sul da Itália, por suposta ligação com a 'ndrangheta (foto: ANSA)
11:06, 05 DezROMA ZLR

(ANSA) - A Polícia de Estado e a Guarda de Finanças da Itália executaram nesta quarta-feira (5) 90 mandados de prisão contra supostos membros da 'ndrangheta, a máfia da região da Calábria, e suas ramificações no exterior.

A operação foi realizada em colaboração com as autoridades de Alemanha, Holanda, Bélgica e de alguns países da América do Sul, em inquérito coordenado pela Direção Nacional Antimáfia e Antiterrorismo (DNA).

Os detalhes das prisões ainda serão divulgados pelas autoridades italianas, mas os suspeitos são acusados de crimes como associação mafiosa, lavagem de dinheiro e tráfico internacional de drogas.

Segundo a Polícia, clãs da 'ndrangheta baseados na região metropolitana de Reggio Calabria, em uma área conhecida como Locride, administravam uma rede de tráfico de drogas que partia da América do Sul, chegava à Itália e seguia para o norte da Europa, especialmente Alemanha, Holanda e Bélgica.

Cidadãos turcos transportavam as drogas de caminhão e carro para os países de destino a partir dos portos italianos. "Megaoperação com 90 prisões na Itália, Holanda, Alemanha e América do Sul. Obrigado às forças de ordem e aos investigadores, sempre na linha de frente na luta contra as máfias", disse o ministro do Interior da Itália, Matteo Salvini.

Embora menos famosa mundialmente que a Cosa Nostra, da Sicília, e a Camorra, de Nápoles, a 'ndrangheta também forma a tríade das principais máfias da Itália, com tentáculos que chegam a diversas regiões do mundo. (ANSA)

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA