Coreia do Norte envia equipe a Roma para procurar diplomata

Jo Song-gil, 48 anos, está desaparecido desde novembro de 2018

Coreia do Norte envia equipe a Roma para procurar diplomata (foto: ANSA)
19:52, 04 JanPEQUIM ZCC

(ANSA) - A Coreia do Norte enviou nesta sexta-feira (4) uma equipe de agentes para tentar encontrar o diplomata norte-coreano que ficava alocado na Itália e está desaparecido com sua família desde novembro de 2018.

Jo Song-gil, 48 anos, que havia se tornado o principal diplomata de seu país na Itália em 9 de outubro de 2017, foi encarregado de negócios da Embaixada da Coreia do Norte em Roma até 20 de novembro passado e estaria "protegido" pelo governo italiano em um "lugar seguro".

"Parece que a equipe tentou encontrar Jo e desencorajar a deserção, mas depois do pedido de proteção às autoridades italianas, o foco foi em como reconstruir a história e refinar as contramedidas", escreveu o jornal sul-coreano "JoongAng Ilbo", citando uma fonte na Itália.

Ontem (3), em uma audiência no Parlamento, os serviços de inteligência da Coreia do Sul disseram que Jo e sua esposa "desapareceram" ainda em novembro.
   

O diplomata vivia na Itália desde maio de 2015 e as autoridades suspeitam que o suposto pedido de asilo está ligado a uma possível ordem para retornar a Pyongyang.
   

O Departamento de Assuntos Internacionais do Partido dos Trabalhadores e o Ministério das Relações Exteriores da Coreia do Norte receberam ordens para iniciar uma ampla investigação sobre outras pessoas em risco de deserção e para fortalecer a prevenção. (ANSA)

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA

archivado en