Queremos uma extradição rápida de Battisti, diz chanceler

Cesare Battisti foi preso na noite de ontem (12), na Bolívia

O ministro das Relações Exteriores da Itália, Enzo Moavero
O ministro das Relações Exteriores da Itália, Enzo Moavero (foto: ANSA)
11:22, 13 JanROMA ZBF

(ANSA) - O ministro das Relações Exteriores da Itália, Enzo Moavero Milanesi, disse hoje (13) que as autoridades irão trabalhar para uma "rápida extradição" de Cesare Battisti, que foi preso na noite de ontem na Bolívia.

"O trabalho continua agora para uma rápida extradição à Itália", afirmou o chanceler, que também agradeceu os policiais e as autoridades do Brasil, Bolívia e Itália envolvidas na operação que culminou com a prisão de Battisti.

"Trata-se de um ato de justiça contra os odiosos crimes de terrorismo, em honra dos que foram assassinados, feridos ou em honra dos familiares", afirmou. (ANSA)

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA