'É uma vítima que nunca cometeu crime',diz irmão de Battisti

Battisti voltou para Itália após 37 anos para cumprir pena

'É uma vítima que nunca cometeu crime',diz irmão de Battisti
'É uma vítima que nunca cometeu crime',diz irmão de Battisti (foto: ANSA)
11:06, 15 JanSÃO PAULO ZBF

(ANSA) - O irmão do italiano Cesare Battisti afirmou hoje (15) que o terrorista condenado à prisão perpétua é "uma vítima que nunca cometeu" nenhum crime.

"Vocês querem saber? Meu irmão é uma vítima. Sim, uma vítima.

Sempre foi condenado à revelia porque seus amigos o acusaram, arrependidos e delatores, como Pietro Mutti, que agora viaja pelo mundo às custas do Estado", disse Vincenzo Battisti, um dia após Cesare voltar à Itália para cumprir sua pena por quatro assassinatos cometidos na década de 1970, quando era membro do grupo Proletários Armados pelo Comunismo (PAC).

Mutti foi o criado do PAC, mas depois virou colaborador da Justiça e seus depoimentos levaram à condenação de Battisti à prisão perpétua. "Como Cesare era fugitivo, a culpa caiu toda nele. Mas a prisão é uma injustiça. Ele não é culpado e estão acusando-o de algo que ele não fez", disse o irmão. "Cesare me jurou que nunca matou ninguém, que nunca pode se defender, mas todos jogam a culpa nele para se salvar", afirmou.

Cesare Battisti retornou ontem (14) à Itália, após 37 anos. Ele viveu na França, no México e no Brasil por anos, até que fora deportado pela Bolívia no último fim de semana. No Brasil, ele tinha o status de refugiado, concedido pelo ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. No entanto, em dezembro, o então presidente Michel Temer assinou seu decreto de extradição e o italiano fugiu para a Bolívia. (ANSA)

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA