Itália prende mais de 30 em operação contra máfia

Entre os detidos está um líder de torcida organizada da Juventus

Operação da polícia contra supostos mafiosos no sul da Itália
Operação da polícia contra supostos mafiosos no sul da Itália (foto: ANSA)
14:19, 04 MarAGRIGENTO ZLR

(ANSA) - A polícia italiana prendeu nesta segunda-feira (4) 32 pessoas suspeitas de ligação com a máfia nas províncias de Agrigento, Palermo, Trapani, Catânia, Ragusa, Vibo Valentia e Parma.

A operação, batizada de "Kerkent", teve como objetivo desbaratar uma quadrilha de tráfico de drogas baseada na Sicília, mas que atuava em todo o território nacional. Entre os detidos está Andrea Puntorno, líder de uma torcida organizada da Juventus.

Segundo os investigadores, Puntorno teria colocado o suposto chefe mafioso Antonio Massimino, 50 anos, que já estava na cadeia, em contato com clãs da 'ndrangheta na Calábria - recentemente, uma investigação concluiu que a máfia calabresa controlava setores dos "ultras" da Juve.

"Mais de 30 prisões por máfia, armas, sequestro de pessoa, droga, até violência sexual. Assim foi desbaratada uma organização criminosa de Agrigento e com ramificações em outras regiões", disse no Twitter o ministro do Interior Matteo Salvini.

Ainda de acordo com a polícia, Massimino estava pronto a ordenar o assassinato de crianças para se impor no papel de "líder" da máfia em Agrigento, na Sicília. (ANSA)

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA