Premier da Itália não é reconhecido no Salão do Móvel

Giuseppe Conte levou "bronca" por encostar em uma lâmpada

Giuseppe Conte (esquerda) durante visita ao Salão do Móvel de Milão
Giuseppe Conte (esquerda) durante visita ao Salão do Móvel de Milão (foto: ANSA)
15:04, 09 AbrRHO PERO ZLR

(ANSA) - No poder há mais de 10 meses, o primeiro-ministro da Itália, Giuseppe Conte, não foi reconhecido por uma funcionária do Salão do Móvel de Milão, principal feira de design do mundo e que teve início nesta terça-feira (9).

Enquanto circulava pelos estandes da exposição, Conte parou em uma área dedicada ao setor de iluminação e tocou uma lâmpada delicada. Imediatamente, uma funcionária repreendeu o chefe do governo italiano e disse: "Don't touch, please" ("Não toque, por favor").

Quando a avisaram que se tratava do primeiro-ministro, todos começaram a rir, e a funcionária alegou que não havia reconhecido Conte. Mais tarde, o diretor do Salão do Móvel, Marco Sabetta, tentou minimizar o episódio e declarou que a "bronca" era voltada a todos, e não especificamente ao premier.

"Como todas as vezes em que há um político, muitos jornalistas se amontoam. O percurso era tortuoso, e um fotógrafo ou cinegrafista andou em direção à lâmpada e foi avisado pela hostess", declarou.

Professor e advogado, Conte era desconhecido dos italianos até ser indicado pelo antissistema Movimento 5 Estrelas (M5S) e pela ultranacionalista Liga como primeiro-ministro, em junho passado, apesar de não ter experiência prévia na política.

Ele tem como vices os ministros do Interior, Matteo Salvini, e do Trabalho, Luigi Di Maio, que são considerados os líderes "de facto" do governo. O Salão do Móvel acontece até o próximo dia 14 de abril. (ANSA)

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA