Salvini cita Virgem Maria e é criticado por membros da Igreja

Político fez citação ao comemorar nova lei de segurança

Salvini cita Virgem Maria e é criticado por membros da Igreja
Salvini cita Virgem Maria e é criticado por membros da Igreja (foto: ANSA)
09:10, 06 AgoROMA ZBF

(ANSA) - Membros da Igreja Católica na Itália subiram o tom nesta terça-feira (6) e criticaram o vice-premier e ministro do Interior Matteo Salvini por comemorar a aprovação de uma nova e polêmica lei de segurança citando a Virgem Maria.

Ontem, nas suas redes sociais, Salvini fez uma postagem celebrando a aprovação no Senado do decreto "sicurezza bis", seu segundo projeto de lei sobre segurança na Itália. O texto trata de imigração e das ONGs que resgatam estrangeiros no mar, além de destinar verba para operações policiais.

"O decreto de segurança, com mais poder às forças de ordem, mais controles na fronteira, mais homens para prender mafiosos e camorristas, é lei. Agradeço a vocês, os italianos, e a Beata Virgem Maria", escreveu Salvini no Twitter.

 

Tanto a postagem quanto a nova lei foram criticadas por membros da Igreja Católica, que atua na prestação de serviços sociais e no acolhimento de imigrantes na Itália. Em suas redes sociais, o padre Antonio Spadaro, diretor da revista "Civiltà Cattolica", dos Jesuítas, rebateu a declaração de Salvini.

"Esse é um momento de resistência humana civil e religiosa", escreveu.

 

Por sua vez, o jornal "Avvenire", editado por bispos italianos, noticiou a aprovação do decreto de segurança com o título "(In)segurança bis". A reportagem também disse que a citação de Salvini à Virgem Maria foi um "comentário desconcertante".
    (ANSA)

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA