Futuro embaixador brasileiro em Roma se reúne com empresas italianas

Encontro foi organizado por Embaixada da Itália e Consulado

Futuro embaixador brasileiro em Roma se reúne com empresas italianas
Futuro embaixador brasileiro em Roma se reúne com empresas italianas (foto: Ansa)
14:51, 22 Ago zbf

(ANSA) - A Embaixada da Itália no Brasil e o Consulado Geral em São Paulo promoveram nesta quinta-feira (22) um encontro entre representantes de empresas italianas e o futuro embaixador brasileiro em Roma, Hélio Vitor Ramos Filho, que assumirá o cargo em setembro.


Realizado na sede do CIEE na capital paulista, o encontro teve como objetivo, além de aproximar o diplomata dos empresários italianos, incentivar e favorecer os investimentos e a colaboração industrial entre Brasil e Itália.


"O encontro foi muito bom. Trata-se de uma demonstração evidente das sólidas relações entre os dois países", disse à ANSA o embaixador italiano em Brasília, Antonio Bernardini. "As empresas italianas têm grande presença e liderança no Brasil e demonstram interesse em fazer negócios aqui", completou.


De acordo com Bernardini, além da atuação histórica de companhias italianas no Brasil, como a TIM e a Fiat, e os recentes investimentos do Grupo Enel, outras empresas estão interessadas em projetos de infraestrutura e autoestradas no país.


"O acordo de livre-comércio entre a União Europeia e o Mercosul poderia complementar ainda mais a presença econômica italiana no Brasil, abrindo espaço para áreas que hoje são de menor atuação, como o design, através da redução de tarifas", disse Bernardini.

 


Ainda hoje, o cônsul-geral italiano em São Paulo, Filippo La Rosa, oferecerá um jantar para representantes do governo do estado de São Paulo, também para estreitar laços entre as autoridades locais e as empresas italianas.


Hélio Ramos assumirá a Embaixada brasileira em Roma em 23 de setembro. Seu nome foi indicado pelo presidente Jair Bolsonaro e aprovado em junho pelo Senado. Entre as funções desempenhadas no exterior por Hélio Ramos estão a de primeiro-secretário e conselheiro na embaixada brasileira em Washington, de 1995 a 1999; ministro-conselheiro na embaixada em Lisboa e representante junto à Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP), de 2004 a 2006; e cônsul-geral em Miami (EUA), entre 2011 e 2016.


No Brasil, foi chefe de gabinete no Ministério de Minas de Energia, secretário-executivo e ministro interino, entre 1999 e 2001; chefe da Assessoria de Relações Federativas, de 2001 a 2004; diretor do Departamento de Comunicações e Documentação, entre 2006 e 2011; e assessor especial do Presidente da Câmara dos Deputados desde 2016, Rodrigo Maia.


Em sabatina na Comissão de Relações Exteriores e Defesa Nacional (CRE), Hélio Ramos disse que um dos focos prioritários de sua agenda em Roma será a recuperação das exportações brasileiras para a Itália. (ANSA)

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA

archivado en