Itália prende quase 100 mafiosos por fraude com fundos da UE

Operação foi conduzida pela DDA contra a máfia Tortorici

Itália prende quase 100 mafiosos por fraude com fundos da UE (foto: ANSA)
11:50, 15 JanROMA ZCC

(ANSA) - As autoridades italianas deflagraram nesta quarta-feira (15) uma operação antimáfia na Sicília contra o clã de Tortorici, responsável por embolsar indevidamente milhões de euros de fundos da União Europeia (UE) destinados à agricultura.

A operação foi conduzida pela Direção Distrital Antimáfia (DDA) de Messina e prendeu 94 pessoas, incluindo os líderes de duas famílias mafiosas, empresários, funcionários públicos, que facilitaram o acesso aos recursos, e um escrivão.

Segundo a polícia, entre os detidos, 48 foram levados para prisões e o restante será colocado em prisão domiciliar.

A chamada "máfia Tortorici" - nome que faz referência à cidade situada em uma área montanhosa no nordeste da ilha - desviou, desde 2013, quase 10 milhões de euros de fundos do órgão que fornece financiamento da UE aos produtores agrícolas.

O golpe foi baseado na identificação de terras "gratuitas", ou seja, que não tinham nenhum pedido de contribuição submetido.

Para obter o financiamento europeu, o clã mafioso declarava possuir esses territórios, apesar deles serem de responsabilidade das Câmaras Municipais e conselhos locais.

A disponibilidade das terras era obtida exigindo que os verdadeiros proprietários assinassem contratos de aluguel falsos com os mafiosos.

Em comunicado, o juiz Sergio Matroeni informou que a fraude foi identificada graças ao "apoio incondicional" de funcionários com "conhecimento necessário para fazer chegar a máfia ao centro do sistema público de financiamento" e explorar as falhas do sistema de controle". (ANSA)

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA