População da Itália encolhe pelo quinto ano seguido

Número de nascimentos no país voltou a bater recorde negativo

Berçário de hospital de Pisa, no norte da Itália
Berçário de hospital de Pisa, no norte da Itália (foto: ANSA)
16:20, 12 FevROMA ZLR

(ANSA) - A população da Itália encolheu pelo quinto ano seguido e chegou a 60,317 milhões de pessoas em 1º de janeiro de 2020, 116 mil a menos que o registrado no mesmo dia do ano anterior.

Os números foram divulgados nesta terça-feira (11) pelo Instituto Nacional de Estatística (Istat) e comprovam a tendência de esvaziamento populacional no país europeu. Em 2019, a Itália registrou cerca de 435 mil nascimentos, renovando seu recorde negativo, com 14 mil a menos que em 2018.

A diferença entre nascimentos e mortes também aumentou: para cada 100 pessoas falecidas no país em 2019, 67 bebês vieram à luz, contra 96 para cada 100 há 10 anos. Já a esperança de vida cresceu um mês para homens e mulheres e chegou a 81 anos para os primeiros e 85,3 anos para as segundas.

"As evidências documentam mais uma vez baixos níveis de fecundidade e um aumento esperado na esperança de vida", diz o relatório do Istat.

Já o presidente Sergio Mattarella afirmou nesta terça que a queda na taxa de natalidade "enfraquece" o tecido social do país. "É preciso tomar todas as iniciativas para combater esse fenômeno", cobrou. (ANSA)

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA