Italianos bloqueados em cruzeiro no Japão serão evacuados

Navio Diamond Princess já tem mais de 355 casos de coronavírus

Navio Diamond Princess está bloqueado há mais de 10 dias no Japão
Navio Diamond Princess está bloqueado há mais de 10 dias no Japão (foto: EPA)
12:28, 16 FevROMA ZLR

(ANSA) - A Itália enviará um avião para evacuar seus 35 cidadãos que estão bloqueados dentro do navio de cruzeiro Diamond Princess, na Baía de Yokohama, no Japão, devido à epidemia do novo coronavírus (Sars-CoV-2).

A medida foi anunciada neste domingo (16) pelo ministro das Relações Exteriores Luigi Di Maio, após uma reunião no sábado (15) com o ministro da Saúde Roberto Speranza e com o comissário extraordinário para a emergência do coronavírus na Itália, Angelo Borrelli, também chefe do Departamento de Proteção Civil.

"Essa é a Itália que nunca deixa seus cidadão sozinhos. Somos italianos, e ninguém deve ficar para trás", escreveu Di Maio no Facebook. Os italianos do Diamond Princess ficarão em quarentena por 14 dias em seu retorno a Roma, em uma estrutura ainda a ser definida.

O navio de cruzeiro está bloqueado na Baía de Yokohama há mais de 10 dias e leva cerca de 3,7 mil pessoas a bordo, das quais 355 testaram positivo para o Sars-CoV-2, sendo que 73 estão assintomáticas. "Até agora, já examinamos 1.219 pessoas", disse o ministro da Saúde do Japão, Katsunobu Kato.

Até o momento, a epidemia já contaminou 68,5 mil pessoas e matou 1.670, sendo 1.665 na China continental, uma em Hong Kong, uma nas Filipinas, uma no Japão e outra na França. Já Taiwan confirmou sua primeira morte neste domingo. Trata-se de um homem de 61 anos que também sofria de diabetes e hepatite B. (ANSA)

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA