Itália suspende circulação de trens noturnos por coronavírus

Medida ficará em vigor até o próximo dia 25 de março

Medida ficará em vigor até o próximo dia 25 de março
Medida ficará em vigor até o próximo dia 25 de março (foto: ANSA)
12:44, 15 MarROMA ZCC

(ANSA) - O Ministério dos Transportes da Itália anunciou neste sábado (14) a suspensão da circulação de trens noturnos de longa distância em todo território italiano, em mais uma tentativa para frear o avanço do novo coronavírus (Sars-CoV-2).

A decisão diz respeito aos trens que fazem conexão entre o sul, o centro e o norte da Itália. Somente a Trenitalia, por exemplo, opera viagens de Lecce a Milão; de Lecce para Turim; de Reggio Calábria para Turim; de Roma para Siracusa; de Siracusa para Milão. Todas as rotas foram suspensas.

A medida, que ficará em vigor até 25 de março, já havia sido solicitada por diversos políticos, principalmente porque o governo italiano garantiu e está implementando medidas que permitem que as pessoas se desloquem apenas por necessidades de trabalho obrigatórios ou por motivos de saúde urgentes.

Segundo as autoridades, a recomendação de evitar viagens de uma região para outra para encontrar familiares ou amigos que moram em outro lugar é absolutamente essencial. "Essa ação constitui um sério perigo para si e para os entes queridos e representa um sério risco também para todos aqueles que respeitam as indicações do governo e ficam em casa", informaram.

Em comunicado, o Palazzo Chigi, sede do governo em Roma, também fez um novo apelo para todos os cidadãos.

"Um esforço extra deve ser feito por todos. Mesmo por quem trabalha ou estuda em outra região que não seja o local onde eles têm sua família ou residência: não se mude. Se você realmente ama seus entes queridos e, para o bem de todos, essas viagens devem ser evitadas", diz o texto.

Alitalia -

Com medida de precaução, a companhia aérea Alitalia determinou que todos os passageiros usem máscara de proteção antes de embarcar na aeronave. "A segurança de todos os passageiros e de seus funcionários sempre foi a principal prioridade da Alitalia.

Por esse motivo, a Companhia informa que os passageiros deverão usar uma máscara de proteção antes de embarcar no avião", diz o comunicado da empresa italiana.

A Alitalia ainda anunciou que "a medida entra em vigor com efeito imediato e faz parte dos protocolos contra o contágio da doença" , em conformidade com as disposições das autoridades competentes.

Segundo o texto, a empresa poderá "recusar o acesso a bordo da aeronave ao passageiro que comparecer ao embarque sem um dispositivo de proteção individual". (ANSA)

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA