Itália endurece punições para quem violar quarentena

Novas multas podem chegar a 3 mil euros (R$ 16,4 mil)

Todos os habitantes da Itália estão submetidos a regime de confinamento
Todos os habitantes da Itália estão submetidos a regime de confinamento (foto: )
14:59, 24 MarROMA ZCC

(ANSA) - O governo da Itália aprovou nesta terça-feira (24) um decreto que endurece as punições para quem violar as regras de confinamento impostas a todo o país por causa da pandemia do novo coronavírus (Sars-CoV-2).

O texto, que ainda precisa ser publicado no Diário Oficial, prevê multas de 400 (R$ 2,2 mil) a 3 mil euros (R$ 16,4 mil) para quem não respeitar as medidas de contenção estabelecidas pelo governo.

Todos os habitantes da Itália estão submetidos a regime de confinamento desde 10 de março e só podem sair de casa por razões de trabalho, saúde ou familiares, bem como para comprar alimentos e itens de primeira necessidade.

Além disso, o primeiro-ministro Giuseppe Conte já determinou o fechamento de todas as indústrias e empresas cujas atividades não sejam "estratégicas" para o país. Até o momento, a Itália contabiliza 69.176 casos do novo coronavírus e 6.820 mortos. (ANSA)

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA