Número de mortos com Covid-19 volta a subir na Itália

Ao todo, país contabilizou 80.539 casos da doença

Ao todo, país contabilizou 80.539 casos da doença
Ao todo, país contabilizou 80.539 casos da doença (foto: )
07:46, 27 MarROMA ZCC

(ANSA) - O número de mortos em decorrência ao novo coronavírus (Sars-CoV-2) registrado nesta quinta-feira (26) na Itália foi corrigido pela Defesa Civil e é 8.215 e não 8.165 como informado no último balanço. Nas últimas 24 horas, o país teve 712 mortes, informou a Defesa Civil.

Nessa nova atualização, as autoridades italianas incluíram os dados da região de Piemonte, no norte da Itália, que contabilizou mais 50 mortes pela doença. O número não havia sido colocado na contagem oficial. 

Segundo o balanço, apesar da quantidade, o ritmo de crescimento de óbitos que podem estar relacionados à Covid-19 teve uma redução, atingindo 9,5%. - o crescimento na quarta-feira foi de 10%.

Nas últimas 24 horas houve um aumento de 6.153 contágios, contra 5.210 de quarta. Ainda assim, esse é o quarto dia seguido com crescimento abaixo de 10% (8,3%) no total de casos.

Até o momento, 80.589 pessoas já foram infectadas e 10.361 pacientes estão recuperados, um aumento de 999 em comparação com o balanço anterior.

De acordo com os dados, em todo o território italiano há 3.612 pessoas em terapia intensiva e 33.648 em isolamento domiciliar.

Na Lombardia, o governador Attilio Fontana já havia antecipado que pelo menos 2,5 mil novos casos seriam registrados, dizendo estar preocupado. "Tivemos que agir mais cedo, não sei se o pico chegou", declarou.

O balanço da Defesa Civil informou que a região teve 2.543 contaminações em um dia, totalizando 34.889, e 387 mortos, elevando o número total para 4.861.

Já na Emilia-Romagna há 10.816 infectados, seguida do Vêneto (6.935), Piemonte (6.534), Marcas (3.114), Toscana (3.226), Ligúria (2.567), Lazio (2.096), Campânia (1.310), Friuli-Venezia Giulia (1.223), Púglia (1.182), Abruzzo (946), Sicília (1.164), Úmbria (802), Vale de Aosta (408), Sardenha (494), Calábria (393), Molise (103), Basilicata (134), Trentino Alto-Ádige (1.297) e Bolzano (906).

Atualmente, a Itália é o país mais atingido pela pandemia. Na sequência aparece a Espanha, com mais de 4 mil mortos e mais de 56 mil infectados. (ANSA)

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA