Itália tem menos de mil pessoas com Covid em UTIs

País também registrou menor número de novos casos em 2 meses

Paciente com Covid-19 em UTI do Hospital Policlínico Tor Vergata, em Roma
Paciente com Covid-19 em UTI do Hospital Policlínico Tor Vergata, em Roma (foto: ANSA)
13:51, 11 MaiROMA ZLR

(ANSA) - O número de pessoas com Covid-19 internadas em UTIs na Itália caiu nesta segunda-feira (11) para 999, uma redução de 28 pacientes em relação ao último domingo. É a primeira vez desde 10 de março que o país tem menos de mil indivíduos com o novo coronavírus em terapia intensiva.

Os novos números foram divulgados pela Defesa Civil e confirmam a tendência de melhora na situação sanitária no país, onde os hospitais de algumas zonas, como a Lombardia, chegaram a estar à beira do colapso por causa da pandemia.

A Itália registrou nesta segunda mais 744 casos do novo coronavírus, menor crescimento diário em termos absolutos desde 4 de março, quando haviam sido notificados 587 contágios. Em índices relativos, a expansão (+0,3%) é a menor desde os primeiros episódios de transmissão interna no país, em 21 de fevereiro.

Segundo a Defesa Civil, a Itália contabiliza 219.814 casos totais e 30.739 óbitos, 179 a mais que no domingo. Já o número de curados chegou a 106.587 (+1.401), enquanto os casos ativos caíram para 82.488 (-836), registrando a 16ª queda consecutiva.

Desde o início da pandemia, as autoridades sanitárias nacionais submeteram 1,7 milhão de pessoas ao exame de detecção do novo coronavírus, o que equivale a quase 3% de sua população. (ANSA)

 

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA