Itália pagará vale para autônomos a partir desta quarta

Medida foi anunciada pelo ministro da Economia Roberto Gualtieri

Salões de cabeleireiro foram reabertos nesta segunda-feira
Salões de cabeleireiro foram reabertos nesta segunda-feira (foto: ANSA)
16:33, 19 MaiROMA ZCC

(ANSA) - O ministro da Economia da Itália, Roberto Gualtieri, afirmou nesta terça-feira (19) que os trabalhadores autônomos do país receberão o vale de 600 euros (3,7 mil, pela cotação atual), oferecido pelo governo em função da pandemia do novo coronavírus, a partir de amanhã (20).

"Haverá um pagamento direto de 600 euros a todos os 4 milhões de trabalhadores independentes e, colaboradores que já os tiveram, esse pagamento ocorrerá no prazo máximo de dois ou três dias", afirmou o político italiano ao programa de TV "TG1".

Segundo Gualtieri, a medida está no decreto de relançamento econômico firmado pelo presidente Sergio Mattarella hoje.

O ministro da Economia ainda explica que, a partir desta quarta-feira (20), também será possível solicitar os 1,2 mil euros do vale para babás e acampamentos de verão. Além disso, em junho, haverá subsídios para empresas e a terceira parcela de até 1 mil euros para os trabalhadores autônomos.

O voucher faz parte do novo decreto para incentivar a retomada econômica da Itália, em meio à pandemia do novo coronavírus, que estabelece 55 bilhões de euros para ajudar empresas, trabalhadores e todos os cidadãos do país. (ANSA)

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA