Itália e EUA defendem fim de interferência estrangeira na Líbia

Chanceler telefonou para secretário de Estado dos EUA hoje

Mike Pompeo e Luigi Di Maio em Roma em outubro passado
Mike Pompeo e Luigi Di Maio em Roma em outubro passado (foto: ANSA)
17:04, 21 MaiROMA ZCC

(ANSA) - O ministro das Relações Exteriores da Itália, Luigi Di Maio, conversou por telefone, nesta quinta-feira (21), com o secretário de Estado americano, Mike Pompeo, sobre a crise deflagrada na Líbia.

Segundo fontes da Farnesina, os dois estão "preocupados com a intensificação das hostilidades no país e a necessidade de uma trégua humanitária imediata e a cessação de interferências estrangeiras".

Além disso, Di Maio e Pompeo discutiram o impacto da emergência do novo coronavírus (Sars-CoV-2) e a necessidade de acelerar a recuperação da economia.

Agora a pouco, o Conselho de Ministros da Itália aprovou um decreto sobre missões de paz no exterior, incluindo a operação "Irini" ("paz" em grego) que prevê a implementação de embargo e bloqueio a entrada de armas na Líbia.

A Líbia está em crise política e em guerra interna desde 2011, quando o ditador Muammar Kadafi caiu. O país conta com duas forças internas lutando pelo poder: a de al-Sarraj, que compõe o chamado "governo de união nacional", e a de Haftar, que lidera o Exército Nacional Líbio e que é apoiado por milícias. (ANSA)

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA