Ato em Roma nega existência de pandemia

Segundo grupo, governo italiano quer impor regras sociais

Segundo grupo, governo italiano quer impor regras sociais
Segundo grupo, governo italiano quer impor regras sociais (foto: ANSA)
20:52, 30 MaiROMA ZCC

(ANSA) - Pelo menos 200 pessoas estão reunidas na piazza Venezia, em Roma, em um protesto para defender que a pandemia do novo coronavírus (Sars-CoV-2) não existe e é um "truque" do governo para impor regras sociais na Itália.

"O vírus é um truque para inventar a crise", dizem os manifestantes em frente ao Palácio do Montecitorio, sede da Câmara dos Deputados da Itália, contidos por barreiras policiais.

O evento foi organizado pelo grupo "Marcha em Roma", criado nas redes sociais, com o slogan ""liberdade, liberdade".

Até o momento, o ato é pacífico, mas já houve registro de tensão entre os organizadores e as autoridades. Agentes da polícia de Roma também estão localizados no início da Via del Corso, onde há representantes do partido neofascista italiano Casapound.

"Para o governo, queremos dizer que o vírus é um cavalo de Tróia, ele não existe e por esse motivo muitos hoje não usam máscara. Eles estão nos fazendo falhar, não sei qual é o design político deles, eles querem refazer as regras sociais. Eles querem nos limitar e registrar todos nós", ressaltou um dos porta-vozes que fala no megafone. (ANSA)

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA