Brasil enfrenta 'problema enorme', diz Salvini

Senador comentou crise sanitária vivida pelo país

Matteo Salvini tira fotos com simpatizantes em Gênova, noroeste da Itália
Matteo Salvini tira fotos com simpatizantes em Gênova, noroeste da Itália (foto: ANSA)
08:19, 25 JunMILÃO ZLR

(ANSA) - O líder da oposição na Itália, senador Matteo Salvini, disse nesta quinta-feira (25) que o Brasil vive um "problema enorme" na pandemia do coronavírus Sars-CoV-2.

Aliado do presidente Jair Bolsonaro, o ex-ministro do Interior (2018-2019) mencionou a situação brasileira em uma entrevista à emissora La7, ao ser questionado se a Itália estava preparada para uma eventual segunda onda de contágios.

"Neste momento, o problema é enorme no Brasil e em outros países. Podemos dizer que, felizmente, ainda que tenhamos de continuar sendo prudentes e não possamos exagerar, a situação está sob controle na Itália", disse.

De acordo com Salvini, prever quando o país enfrentará uma possível segunda onda da pandemia é "aterrorizar as pessoas". "Mas por que deveria haver uma segunda onda? Três quartos do país não têm mais contágios e internações, os italianos demonstraram enorme bom senso nos últimos meses", declarou.

A Itália chegou a ser o país mais atingido pela pandemia e totaliza 239,4 mil casos (397/100 mil habitantes) e 34,6 mil óbitos (57/100 mil hab.), mas vem registrando menos de 100 mortes por dia há quase um mês.

Já o Brasil, aonde a crise chegou depois, tem cerca de 1,2 milhão de casos (566/100 mil hab.) e 53,8 mil óbitos (26/100 mil hab.), de acordo com o Ministério da Saúde. (ANSA)

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA