Itália tem mais 142 casos e 23 mortes em pandemia

Relaxamento do isolamento não causou "segunda onda" no país

Flash mob de profissionais da saúde em Nápoles, sul da Itália
Flash mob de profissionais da saúde em Nápoles, sul da Itália (foto: )
14:55, 30 JunROMA ZLR

(ANSA) - A Itália registrou nesta terça-feira (30) mais 142 casos e 23 mortes na pandemia do novo coronavírus Sars-CoV-2, elevando o total de contágios para 240.578 e o de óbitos para 34.767.

O novo boletim do Ministério da Saúde tem crescimento no número de casos e mortes em relação a segunda-feira (29), quando o balanço havia confirmado mais 126 contágios e seis óbitos, menor quantidade de falecimentos em 24 horas desde 1º de março.

A Itália também tem 190.248 pacientes curados, o que significa 79% do total de contágios, e 15.563 casos ativos, menor número desde 13 de março (14.955). Desse total, 93 estão internados em UTIs.

Além disso, a média de novos casos no país nesta semana está em 147, contra 212 da semana passada, confirmando a tendência de desaceleração da pandemia, apesar do relaxamento das medidas de isolamento social pelo governo italiano. (ANSA)

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA