Itália tem maior número de novos casos de Covid em 15 dias

Conte disse recentemente que descarta segundo lockdown no país

Entrada em casa noturna de Milão, na Itália, na madrugada de 10 de julho
Entrada em casa noturna de Milão, na Itália, na madrugada de 10 de julho (foto: ANSA)
12:59, 10 JulROMA ZLR

(ANSA) - A Itália registrou nesta sexta-feira (10) o maior número de novos casos do coronavírus Sars-CoV-2 em 15 dias, com 276 diagnósticos em um período de 24 horas, segundo novo boletim do Ministério da Saúde.

Essa cifra representa um crescimento de 20,5% em relação aos 229 contágios confirmados na última quinta (9) e é a maior desde 25 de junho, quando haviam sido contabilizados 296 casos. O total de pessoas já infectadas chegou a 242.639.

A Itália também se encaminha para encerrar uma semana com crescimento nos novos contágios pela primeira vez desde o fim de março. Desde domingo (5), o país já contabiliza 1.235 casos (média de 206 por dia), contra 1.283 (183/dia) da semana passada inteira.

Ainda assim, o primeiro-ministro Giuseppe Conte disse nesta semana que descarta um novo lockdown na Itália e que o país está mais preparado para enfrentar uma eventual segunda onda da pandemia.

Óbitos

Se o número de casos diários cresceu nesta sexta, as novas mortes se mantiveram estáveis em relação a quinta-feira, com 12 óbitos em 24 horas.

Com isso, a Itália tem agora 34.938 vítimas na pandemia. O país também registra 194.273 pacientes curados, o que significa 80% dos contágios já certificados, e 13.428 casos ativos, menor número desde 13 de março (12.839).

Desse total, 65 estão internados em UTIs, quatro a menos que em 9 de julho. Apenas sete das 20 regiões da Itália têm pacientes em terapia intensiva: Lombardia (27), Lazio (13), Emilia-Romagna (10), Piemonte (nove), Vêneto (três), Toscana (dois) e Ligúria (um). (ANSA)

 

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA