Presidente da Itália rebate Johnson: 'Amamos a liberdade, mas também somos sérios'

Britânico havia insinuado que italianos não gostam de liberdade

Presidente da Itália durante evento na Sardenha
Presidente da Itália durante evento na Sardenha (foto: ANSA)
11:14, 24 SetSASSARI ZLR

(ANSA) - O presidente da Itália, Sergio Mattarella, rebateu nesta quinta-feira (24) uma declaração do primeiro-ministro do Reino Unido, Boris Johnson, e disse que os italianos amam a liberdade, mas também levam em conta a "seriedade".

Durante a semana, o premiê havia dito ao Parlamento britânico que o Reino Unido tem números piores na pandemia do novo coronavírus do que Itália e Alemanha porque é um país que "ama a liberdade".

Em visita a Sassari, na Sardenha, Mattarella afirmou que "os italianos também amam a liberdade". "Mas também nos preocupamos com a seriedade", disse o chefe de Estado a participantes de um evento em memória do ex-presidente Francesco Cossiga (1985-1992).

O Reino Unido tem 412.249 casos e 41.951 mortes na pandemia do novo coronavírus, enquanto a Itália soma 302.537 contágios e 35.758 óbitos. Além disso, as infecções em solo britânico explodiram nas últimas semanas e levaram o governo a anunciar novas medidas restritivas válidas por seis meses.

Já a Itália, que sofreu mais no início da pandemia, tem conseguido manter os casos relativamente sob controle, com um crescimento constante, mas lento, nos últimos dois meses. (ANSA)

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA