Itália tem mais 33.979 casos e 546 óbitos em pandemia

Protesto em Turim contra lockdown no Piemonte, norte da Itália
Protesto em Turim contra lockdown no Piemonte, norte da Itália (foto: ANSA)
13:21, 15 NovSÃO PAULO ZLR

(ANSA) - A Itália registrou neste domingo (15) mais 33.979 casos e 546 mortes na pandemia do coronavírus Sars-CoV-2, elevando os totais de contágios e óbitos para 1.178.529 e 45.229, respectivamente.

No último sábado (14), o boletim do Ministério da Saúde havia contabilizado 37.255 diagnósticos positivos e 544 vítimas. A média móvel de casos em sete dias voltou a subir, de 34.583 para 34.778, enquanto a de mortes chegou a 548, maior número desde 17 de abril (557).

A Itália também soma 420.810 curados e 712.490 contágios ativos, cifra recorde e equivalente a 1,2% da população nacional. O total de pacientes em UTIs subiu para 3.422, maior valor desde 10 de abril (3.497).

Para conter a segunda onda da pandemia, seis regiões da Itália já estão em lockdown (Calábria, Campânia, Lombardia, Piemonte, Toscana e Vale de Aosta), englobando 44% da população nacional. Também está em vigor um toque de recolher das 22h às 5h em todo o território italiano. (ANSA)

 

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA