Itália ultrapassa 1,3 milhão de casos de coronavírus

País também contabiliza 47.870 óbitos na pandemia

Remoção de vítima de coronavírus em hospital em Milão, norte da Itália
Remoção de vítima de coronavírus em hospital em Milão, norte da Itália (foto: ANSA)
14:00, 19 NovSÃO PAULO ZLR

(ANSA) - A Itália registrou nesta quinta-feira (19) mais 36.176 casos e 653 mortes na pandemia do coronavírus Sars-CoV-2, elevando os totais de contágios e óbitos para 1.308.528 e 47.870, respectivamente.

Na última quarta (18), o boletim do Ministério da Saúde havia contabilizado 34.283 diagnósticos positivos e 753 vítimas, maior número para um único dia desde 3 de abril.

A Itália também soma 498.987 curados e 761.671 contágios ativos, cifra recorde e equivalente a 1,3% da população nacional. O total de pacientes em UTIs subiu para 3.712, maior valor desde 7 de abril (3.792).

Para conter a segunda onda da pandemia, sete das 20 regiões do país já estão em lockdown: Abruzzo, Calábria, Campânia, Lombardia, Piemonte, Toscana e Vale de Aosta, além da província de Bolzano. Também está em vigor um toque de recolher das 22h às 5h em todo o território italiano. (ANSA)

 

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA