Médicos italianos vestem 'camisa 10' para homenagear Maradona

Profissionais da saúde de Pavia lembraram da alegria do craque

Profissionais da saúde de Pavia lembraram da alegria do craque
Profissionais da saúde de Pavia lembraram da alegria do craque (foto: ANSA)
18:18, 26 NovPAVIA ZCC

(ANSA) - Médicos e enfermeiros do Instituto Maugeri de Pavia, no norte da Itália, vestiram seus uniformes com listas brancas e azuis e o número 10 para fazer alusão à camisa da seleção argentina usada pelo craque Diego Armando Maradona, vítima de uma parada cardiorrespiratória no último dia 25 de novembro.

Os profissionais de saúde da área destinada a tratamento de pacientes infectados com o novo coronavírus Sars-CoV-2 fizeram uma homenagem ao argentino nesta quinta-feira (26) para lembrar da alegria que ele proporcionou aos seus fãs, até mesmo em momentos difíceis.

"Você trouxe alegria para a vida de muitas pessoas, mesmo nos momentos mais difíceis. E nós conhecemos bem essa alegria, sorrisos e felicidade. Muitas vezes são a única maneira de enfrentar os desafios mais difíceis da vida. Ad10s campeão", escreveu a equipe do hospital em uma publicação no Facebook.

O corpo de Maradona está na Casa Rosada, sede da Presidência da Argentina, em Buenos Aires, onde é velado por uma multidão de fãs. A expectativa é de que o sepultamento aconteça ainda na tarde de hoje, no cemitério privado Jardín Bella Vista, na província de Buenos Aires.

Ao lado de fora da sede presidencial, milhares de pessoas esperam para dar adeus ao craque. Nas últimas horas, inclusive, foi registrada uma tensão entre um grupo de fãs e a polícia, que interrompeu a longa fila para ter acesso à cerimônia.

Segundo a imprensa argentina, diversas pessoas reagiram atacando objetos e derrubando barreiras de metal, enquanto que as autoridades utilizaram cassetetes e armas com balas de borracha.    (ANSA)

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA