Itália tem 19.978 novos casos e 483 vítimas de Covid em 24h

País tem mais de 78 mil mortos durante a pandemia

Itália vem mantendo alta na quantidade de contágios por Covid-19
Itália vem mantendo alta na quantidade de contágios por Covid-19 (foto: ANSA)
13:51, 09 JanROMA ZGT

(ANSA) - A Itália somou mais 19.978 casos e 483 óbitos por Covid-19 nas últimas 24 horas, informou neste sábado (09) o Ministério da Saúde. Com isso, são 2.257.866 contágios confirmados e 78.397 vítimas desde o início da pandemia.

Os números de contaminados são maiores do que os registrados nesta sexta-feira (08), quando foram contabilizados 17.533, mas os falecimentos diminuíram sensivelmente - foram 620 ontem.

Com isso, a tendência de alta dos dados oficiais continuam a valer. A média móvel dos últimos sete dias voltou a subir e está em 16.612. Já a de mortes dos últimos sete dias é de 487 - terceiro dia consecutivo de aumento.

 

 

O boletim deste sábado ainda informou que foram realizados 172.119 testes para detectar o coronavírus Sars-CoV-2 nas últimas 24 horas, mais do que os 140.267 realizados um dia antes. Com isso, a taxa de positividade caiu para 11,6% - um pouco acima dos 10% considerados ideais pela Organização Mundial de Saúde (OMS). Quanto maior o índice de casos positivos, mais significa que o país está testando pouco.

Os casos considerados recuperados continuam aumentando na média das últimas duas semanas, na faixa de 1%. Em números absolutos, foram 17.040 as pessoas declaradas curadas da doença, o que eleva para 1.606.630 os curados desde fevereiro do ano passado.

Os casos ativos, que desconsideram as mortes e as curas, voltaram a subir neste sábado. Foram 2.453 novos ativos, elevando para 572.842 as pessoas que lutam contra a Covid-19 na Itália.

Desse total, 546.989 estão em isolamento domiciliar, 23.260 estão internados em hospitais e 2.593 estão hospitalizados em unidades de terapia intensiva. Esses dados vêm ficando estáveis nas últimas semanas.

Neste sábado, fontes do governo italiano informaram que haverá uma reunião na próxima segunda-feira (11) para discutir o novo decreto com as regras sanitárias para frear o avanço da doença no país a partir de 16 de janeiro.

Por conta das festividades de fim de ano, foram feitas diversas alterações para tornar as regras iguais por todo o território nacional.

A partir desse domingo (10) até a sexta-feira (15), volta o sistema de faixas de cor e cinco regiões - Vêneto, Emilia-Romagna, Lombardia, Calábria e Sicília - voltaram para a zona laranja, a segunda mais restritiva. As demais regiões e províncias, estão na amarela. (ANSA).
   

 

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA