Itália detecta variante 'rara' de coronavírus pela primeira vez

Nova cepa, chamada de B.1.525, foi descoberta em Nápoles

Nova cepa, chamada de B.1.525, foi descoberta em Nápoles
Nova cepa, chamada de B.1.525, foi descoberta em Nápoles (foto: ANSA)
07:53, 17 FevNAPOLES ZCC

(ANSA) - Autoridades sanitárias de Nápoles identificaram nesta terça-feira (16) uma nova variante do coronavírus Sars-CoV-2, "nunca antes detectada na Itália", informou o governo da região da Campânia.

A nova cepa, chamada de B.1.525, foi descoberta por especialistas do Instituto Pascale e da Universidade Federico II. Este é o primeiro caso do tipo em toda a Itália.

Segundo as autoridades, o paciente é um profissional que retornou de uma viagem à África e teve o resultado de seu teste anti-Covid positivo.

"No momento, o poder de infecção ou outras características dessa variante não são conhecidos, como acontece com muitas mutações raras do vírus", diz a nota oficial.

O pesquisador do Instituto do Câncer de Nápoles, Nicolà Normanno del Pascale, revelou que a sequência genética da amostra deixou os cientistas "desconfiados porque não apresentava semelhanças com outras amostras da região".

"Após uma comparação com o grupo do Departamento de Zoonoses Emergentes do Instituto Superior de Saúde (ISS), tivemos a confirmação de que é uma variante descrita até agora em uma centena de casos em alguns países europeus e africanos, além dos Estados Unidos", explicou.

A nova sequência do Sars-CoV-2 foi depositada no banco de dados internacional, e as autoridades sanitárias da Itália foram notificadas para localizarem as pessoas que tiveram contato com o infectado.

Até agora, somente 32 casos dessa nova cepa foram registrados no Reino Unido, e alguns outros na Nigéria, Dinamarca e Estados Unidos. (ANSA)

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA