Etna volta a entrar em erupção e lança lava a 1 km de altura

Fenômeno não fez vítimas nem provocou danos

Erupção no Monte Etna vista de Milo, na Sicília
Erupção no Monte Etna vista de Milo, na Sicília (foto: ANSA)
07:50, 22 FevCATÂNIA ZLR

(ANSA) - O vulcão Etna, situado na região italiana da Sicília, voltou a entrar em erupção na noite deste sábado (20), expelindo jatos de lava de até um quilômetro de altura, o dobro do registrado na última terça-feira (16).

O fenômeno ocorreu na cratera sudeste da montanha, que já havia sido palco de uma intensa atividade ao longo da semana passada, pouco antes da meia-noite.

A erupção durou cerca de duas horas e formou um rio de lava de 3,5 quilômetros na encosta do vulcão, terminando em um vale desabitado a 1,8 mil metros de altitude.

Apesar de visualmente impressionante, o fenômeno não fez vítimas nem provocou danos. "Não há perigo em eventos como esse, e graças ao vento fraco, a queda de material piroclástico [fragmentos resultantes da ação vulcânica] será extremamente limitada", escreveu no Facebook o vulcanólogo Boris Behncke, do Instituto Nacional de Geofísica e Vulcanologia (INGV).

Na última quarta (17), a cidade de Catânia, maior centro urbano nos arredores do Etna, havia amanhecido coberta de cinzas devido à erupção do dia anterior. "O Etna está fazendo suas coisas habituais, às vezes um pouco mais intensamente, mas não há perigo nessa atividade", acrescentou Behncke. (ANSA)  

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA

archivado en