Após atacar homem, ursa é abatida e causa polêmica na Itália

O animal vinha sendo procurado há cerca de um mês no país

Após atacar homem, ursa é abatida e causa polêmica na Itália (foto: ANSA)
11:03, 14 AgoTRENTO ZGT

(ANSA) - A ursa identificada com o código KJ2, que atacou um italiano há cerca de um mês, foi abatida pelos agentes florestais de Trentino-Alto Ádige, nesta segunda-feira (14), no Lago de Lamar.

Desde o dia do ataque, em 22 de julho, o presidente da província, Ugo Rossi, solicitou uma busca ao animal para retirá-lo da área, alegando que a ursa é perigosa para a segurança das pessoas. A ação rendeu muitos comentários negativos de ambientalistas e defensores dos direitos animais.

Para Rossi, o abatimento do animal era necessário. "E se ela tivesse encontrado uma criança e a ferisse gravemente? Em agosto, a região é uma área que recebe muitos turistas e tem muitos moradores. Todas as regras científicas e legais apontaram que a ação foi de necessidade", avaliou.

A zona do Lago de Lamar é lar de vários ursos, principalmente de fêmeas que cuidam de seus filhotes.

Em 2014, também na província de Trento, a morte da ursa batizada de Daniza, provocou muita polêmica na Itália, ao ser abatida um mês após atacar uma pessoa para proteger seus filhotes. (ANSA)

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA