Cidade italiana que ofereceu casas a 1 euro recebe novos moradores

Sambuca di Sicilia vendeu 16 imóveis abandonados

Cúpula de igreja em Sambuca di Sicilia, o vilarejo mais belo da Itália em 2016
Cúpula de igreja em Sambuca di Sicilia, o vilarejo mais belo da Itália em 2016 (foto: ANSA)
17:03, 09 MaiSAMBUCA DI SICILIA ZLR

(ANSA) - A cidade de Sambuca di Sicilia, no sul da Itália, revelou nesta quarta-feira (8) quem serão os novos proprietários das 16 casas de seu centro histórico que foram colocadas à venda no ano passado pelo preço simbólico de um euro.

Após mais de 100 mil emails e telefonemas solicitando informações, sobretudo graças a um programa de turismo gravado pela emissora americana CNN, o vilarejo siciliano recebeu 49 propostas formais pelos imóveis, a maioria delas oferecendo muito mais do que o um euro pedido pela Prefeitura.

O lance mais alto foi dado por uma americana que viajou a Sambuca para conhecer as casas pessoalmente e arrematou uma delas por 21 mil euros. A lista de novos proprietários também inclui árabes, chineses, russos, argentinos, franceses e britânicos.

Os vencedores terão até três anos para reformar os imóveis, como prevê o edital de licitação, em uma iniciativa para revitalizar o patrimônio urbano e arquitetônico do centro histórico do vilarejo.

Sambuca conquistou o título de burgo mais belo da Itália em 2016 e já vinha experimentando um renascimento graças à compra e reestruturação de casas nas vielas de seu centro histórico por estrangeiros, especialmente europeus.

"Quando lançamos o projeto 'Casas a 1 euro' não esperávamos esse sucesso. Fomos literalmente invadidos por centenas de estrangeiros, muitos dos quais decidiram se mudar para nosso país", comemorou o prefeito Leo Ciaccio.

O sucesso foi tão grande que a emissora americana Discovery Channel comprou uma casa em Sambuca e a destinou à atriz Lorraine Bracco, que a transformará em set para um programa especial sobre o vilarejo. (ANSA)

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA