Arquiteto italiano Vittorio Gregotti morre com Covid-19

Data e local do funeral ainda não foram revelados

Gregotti nasceu em Novara em 1927 e exercia a profissão desde 1952
Gregotti nasceu em Novara em 1927 e exercia a profissão desde 1952 (foto: ANSA)
10:06, 15 MarROMA ZCC

(ANSA) - Considerado um dos arquitetos mais influentes da Itália, o italiano Vittorio Gregotti morreu neste domingo (15), em Milão, aos 92 anos, vítima de uma pneumonia provocada pelo novo coronavírus (Sars-CoV-2).

A informação foi anunciada no Facebook pelo presidente da Trienal, o arquiteto Stefano Boeri, conhecido pelo premiado edifício Bosque Vertical.

Na publicação, Boeri classificou Gregotti como "um mestre da arquitetura internacional, um crítico, professor, editorialista, homem das instituições, que - permanecendo sempre e sobretudo arquiteto - fez a história na cultura italiana".

A data e local do funeral do arquiteto ainda não foram revelados.

Gregotti nasceu em Novara em 1927. Após se formar em arquitetura em 1952 no Politécnico de Milão, entrou no estúdio BBPR como sua primeira experiência.

De 1953 a 1968, o italiano trabalhou em colaboração com Ludovico Meneghetti e Giotto Stoppino. Em 1974, fundou o Gregotti Associati, do qual era presidente. Ele também foi professor de composição arquitetônica no Instituto Universitário de Arquitetura de Veneza e deu aulas nas faculdades de arquitetura de Milão e Palermo.

Durante sua atividade acadêmica, Gregotti também foi 'professor visitante' nas universidades de Tóquio, Buenos Aires, São Paulo, Lausanne, Harvard, Filadélfia, Princeton, Cambridge (Reino Unido) e no MIT em Cambridge (Massachusetts).

Entre suas inúmeras intervenções estão, por exemplo, o rearranjo da praça Potsdamer Platz em Berlim, os projetos do Teatro Arcimboldi em Milão, o Grande Teatro Nacional de Pequim, além da Igreja de San Massimiliano Kolbe, em Bergamo. Uma página pública foi aberta no Facebook em sua memória.

Até o momento, a Covid-19 causou a morte de cerca de 1,4 pessoas e infectou mais de 21 mil na Itália. (ANSA)

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA