Escola italiana em SP faz ação para ajudar idosos em isolamento

Terceira idade realizará uma troca de experiências com os alunos

Escola italiana em SP faz ação social para ajudar idosos
Escola italiana em SP faz ação social para ajudar idosos (foto: Foto/ Divulgação)
17:45, 14 MaiSÃO PAULO ZCC

(ANSA) - A escola italiana Eugenio Montale, na região do Morumbi, em São Paulo, em parceria com o centro de convivência Convita, está promovendo um projeto social para diminuir os efeitos do isolamento social na vida dos idosos.

Batizada de "Histórias do coração entre Itália e Brasil", a iniciativa, que prevê uma "troca" de experiências entre duas gerações, tem como objetivo convidar os idosos atendidos pelo serviço criado no Patronato Assistencial Imigrantes Italianos a contarem suas histórias de vida para os alunos da instituição.

A partir dos contos dos "nonnos e nonnas", os jovens poderão criar novas narrativas, entre as realidades e a imaginação. A ideia é que os estudantes recontem os "retratos de vida" a partir de desenhos, textos próprios, vídeos, enfim, algo que os inspire.

Logo depois, os idosos poderão "se ver" e reconhecer nas histórias e na criatividade dos alunos. "Queremos com isso reforçar o elo entre Montale e Convita. Dos jovens aos idosos, trocando histórias de vida. Contando vivências da imigração italiana em São Paulo, com o olhar da antiga geração, e contando o sentimento de ser um jovem da nova geração de 2020", diz o comunicado da Eugenio Montale.

As experiências trocadas serão recolhidas pela contadora de histórias Cris Velasco, que junto com a sua personagem Vó Nenê, irá fazer uma curadoria e recontar trechos, que serão disponibilizados via digital para os idosos e para os jovens. Até o momento, a escola italiana já recebeu alguns depoimentos, em vídeo, áudio e texto. (ANSA)

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA