Palio de Siena é cancelado pela primeira vez desde 2ª Guerra

Tradicional corrida de cavalos costuma reunir multidões

Prova do Palio de Siena em 16 de agosto de 2019
Prova do Palio de Siena em 16 de agosto de 2019 (foto: ANSA)
11:01, 14 MaiSIENA ZLR

(ANSA) - O Palio de Siena, uma das competições esportivas mais tradicionais da Itália, não será realizado em 2020 devido à pandemia do novo coronavírus, algo inédito desde a Segunda Guerra Mundial.

A decisão foi tomada em uma reunião do prefeito Luigi De Mossi com os representantes das 17 "contrade" (distritos) da cidade. O Palio acontece anualmente em 2 de julho e 16 de agosto, e as corridas deste ano chegaram a ser adiadas para agosto e setembro, mas tiveram de ser canceladas para evitar aglomerações.

Com origens que remontam à Idade Média, a disputa acontece duas vezes por ano na bela Piazza del Campo, coração do centro histórico de Siena, na Toscana. Ambas as provas são dedicadas à Virgem Maria.

Entre os 17 cavalos que representam cada contrada de Siena, 10 são escolhidos para dar três voltas na praça, passando ao redor de uma multidão ensandecida e debaixo de sacadas tomadas de gente.

O vencedor leva para seu distrito um estandarte criado especialmente para cada edição do Palio, além da glória de ter derrotado as "contrade" adversárias. A corrida também é alvo frequente de ONGs animalistas, que denunciam supostos maus-tratos aos cavalos. (ANSA)

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA

archivado en