Veja 8 praias isoladas para curtir o verão na Itália pós-pandemia

Locais são paradisíacos, mas de difícil acesso

Cala Goloritze, no município de Baunei, na província de Ogliastra
Cala Goloritze, no município de Baunei, na província de Ogliastra (foto: Ansa)
16:33, 14 MaiANCONA Por Ida Bini

(ANSA) -  O próximo verão na Itália será incomum e certamente diferente do que os cidadãos e turistas estão acostumados. Os apaixonados pelo mar sabem que terão que se adaptar às novas medidas de prevenção contra o novo coronavírus que cada região adotará para combater a pandemia.

Desta forma, a ANSA escolheu oito praias isoladas e quase desconhecidas, onde será possível desfrutar do mar em liberdade. Na lista estão baías paradisíacas, enseadas e praias, longe da comodidade, desprovidas de serviços e com trajetos difíceis de percorrer.

Punta Crena, na Ligúria, é uma enseada isolada, cercada por penhascos íngremes e esculpida pela erosão do mar. O local é um pequeno canto do paraíso, mas o acesso é bem difícil. As duas opções são: nadar ou ir de barco a partir do píer no final de Varigotti ou descer pelas rochas por um caminho que vai da montanha à baía.

Cala Punta Negra, no lado oeste da ilha de Elba, é uma praia rochosa, cercada por uma costa alta e íngreme e banhada por água transparente. O local paradisíaco é acessível apenas pelo mar. Esta é uma praia perfeita para quem pratica snorkeling e consegue chegar lá nadando. Do alto da falésia, a praia é um dos lugares mais admirados e fotografados para quem chega da Marina Marciana.

Mezzavalle é uma faixa branca de cascalho fino imerso na vegetação mediterrânea do Conero, situada ao sul do porto de Ancona, e com vista para o Mar Adriático. O mar é espetacular e transparente, com mil tons de azul, em contraste com as cores da vegetação.

A estrada para chegar até o local é muito exigente e os visitantes precisam percorrer um longo caminho a partir do quilômetro 5.4 da estrada provincial de Conero. Além disso, é possível ir por via marítima.

Bufalara de Sabaudia é uma praia arenosa e deserta, apesar de sua proximidade com o renomado resort do parque nacional Circeo. O nome deriva da presença de búfalos que, de fato, pastam sem perturbações nas proximidades.Para chegar lá, se percorre um sistema de passarelas de madeira, entrando nas dunas, nos tufos da vegetação mediterrânea e nos lagos de Monaci e Caprolace.

Marinella di Palmi é uma praia branca na Costa Viola, na Calábria. Para chegar até o paraíso é preciso percorrer uma pequena estrada entre a vegetação mediterrânea a partir de Palmi, sentido sudoeste.

Apesar de não contar com serviços à beira-mar e ser pouco frequentada, a praia é banhada por água transparente e é um destino ideal para mergulhadores e para quem procura por tranquilidade.

Baia delle Zagare, na costa de Gargano, em Mattinata, conta com uma faixa de areia macia e clara, com cerca de um quilômetro de comprimento, situada entre as altas rochas calcárias de uma enseada, repleta de cavernas marinhas.

Em frente à praia emergem do mar duas rochas enormes, que refletem às águas de cores turquesa e esmeralda. A praia é dividida em duas partes: uma praia livre e semideserta, acessível por mar ou a pé, e a parte que é de propriedade do hotel de mesmo nome que oferece um elevador cavado na rocha para chegar ao mar.

Cala Goloritze, no município de Baunei, na província de Ogliastra, é uma das praias mais bonitas e pitorescas do patrimônio da Sardenha e da Unesco. A água é transparente, a areia cor de marfim e o penhasco com um pináculo de calcário e um arco natural faz do local uma paisagem inesquecível.

No entanto, para acessar a praia é preciso ir de barco a partir de Cala Gonone ou da praia de Santa Maria Navarrese ou por terra, por um caminho íngreme que parte de Golgo e segue uma antiga trilha, usada anteriormente por queimadores de carvão.

Praia de Marinello, na reserva natural homônima da província de Messina, é um canto selvagem e bonito. A praia, pouco frequentada, é caracterizada por dois quilômetros de areia macia, banhada por águas calmas e transparentes. Pode ser acessada a partir de Messina, saindo de Falcone até chegar a uma encruzilhada para Tindari. Logo depois, é só seguir as indicações para os lagos de Marinello. (ANSA)

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA