Morre Darcy Loss Luzzato, principal expoente do dialeto talian

Professor brasileiro é autor do dicionário português-talian

Governador do Vêneto, Luca Zaia, e o escritor Darcy Loss Luzzato
Governador do Vêneto, Luca Zaia, e o escritor Darcy Loss Luzzato (foto: )
16:16, 18 MaiVENEZA ZCC

(ANSA) - O professor brasileiro Darcy Ross Luzzato, considerado o principal expoente do dialeto talian, também conhecido como o "vêneto brasileiro" e normalmente falado no Rio Grande do Sul, morreu aos 85 anos, informou nesta segunda-feira (18) o governador da região do Vêneto, Luca Zaia.

"Darcy Loss Luzzato foi um dos principais expoentes dessa cultura veneziana que agora é mais pobre sem ele", lamentou o político italiano.

Em comunicado, Zaia explicou que o dialeto talian tem origens no norte da Itália, de onde a maioria dos italianos saíram para povoar a região sul e sudeste do Brasil.

"Ao usar esses termos, não estou pensando apenas na cultura que é uma expressão de nossa história dentro das fronteiras regionais ou nas terras historicamente ligadas à República da Sereníssima. Também entendo o que foi exportado por nossos emigrantes e, em particular, no Rio Grande do Sul, no Brasil, onde a presença veneziana é identificada em toda a sociedade, como os costumes, a linguagem e as tradições típicas de maneira intacta", ressaltou.

Autor do dicionário português-talian, uma das únicas obras disponíveis para consulta ortográfica do idioma de imigração, Luzzato é considerado o maior escritor do dialeto, tendo dezenas de publicações sobre os mais variados assuntos, incluindo textos de memórias históricas e até gastronomia.

"Eu conheci Luzzato há alguns anos e ele me deu de presente alguns de seus livros. Mais do que qualquer outro, conseguiu transmitir a maravilha de como a língua que é considerada por muitos um dialeto, no século 19, foi transmitida por nossos emigrantes à mesma população local do Rio Grande do Sul, a ponto de ser atualmente falada e usada por ali", lembrou Zaia.

Atualmente, o dialeto talian é considerado uma "Referência Cultural Brasileira" pelo Ministério da Cultura. "O termo identifica todos, descendentes de imigrantes e povos indígenas. Luzzato era o filho dessa realidade que ele sabia representar e descrever tão bem. Ele foi um dos principais representantes daquele Vêneto formado por muitas comunidades ainda viáveis fora das fronteiras nacionais", finalizou o governador. (ANSA)

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA