Ranking aponta melhores universidades da Itália

Bolonha e Bocconi se destacam entre instituições de grande porte

Sede da Universidade de Bolonha, a melhor da Itália entre aquelas com mais de 40 mil alunos
Sede da Universidade de Bolonha, a melhor da Itália entre aquelas com mais de 40 mil alunos (foto: Divulgação)
14:12, 14 JulROMA ZLR

(ANSA) - A Universidade de Bolonha foi eleita a melhor da Itália entre as instituições públicas com mais de 40 mil alunos, enquanto a Universidade Comercial Luigi Bocconi, em Milão, venceu entre as privadas com mais de 10 mil inscritos.

É o que aponta a edição de 2020 do ranking anual divulgado nesta segunda-feira (13) pelo instituto de pesquisa Censis. A tradicional Universidade de Bolonha ficou em primeiro lugar em sua categoria, com 91,5 pontos, logo à frente das universidades de Pádua (88,5) e Florença (86,2).

Considerando apenas as instituições públicas, o ranking também põe na liderança de seus segmentos as universidades de Perúgia (grandes), com 92,7 pontos; Trento (médias), com 98,7; Camerino (pequenas), com 93,5; e Milão (politécnicas), com 94,3.

entre as privadas, a Bocconi teve 98,2 pontos, enquanto a Livre Universidade Internacional dos Estudos Sociais Guido Carli (Luiss), de Roma, venceu como a melhor de médio porte, com 94,6; a Universidade de Bolzano, com 101,4 pontos, lidera o ranking entre as pequenas.

O levantamento é a principal referência em qualidade universitária na Itália e também aponta que, das 61 instituições analisadas, 42 levaram até uma semana para iniciar aulas a distância durante a quarentena provocada pela pandemia de coronavírus. As outras demoraram até duas semanas.

O Censis identifica um "sistema universitário reativo, capaz de otimizar recursos humanos e técnicos, apesar das carências estruturais que o afeta há anos, para dar continuidade à própria missão". (ANSA)

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA