Senado dos EUA anuncia acordo para evitar default

Democratas e republicanos também acordaram o fim da paralisação

Grupo ora na frente do Capitólio, pedindo a Deus que ajude os senadores a conseguirem um acordo
Grupo ora na frente do Capitólio, pedindo a Deus que ajude os senadores a conseguirem um acordo (foto: EPA)
14:10, 16 OutWASHINGTON ZSG

(ANSA) - O Senado norte-americano anunciou hoje, dia 16, que democratas e republicanos chegaram a um acordo para acabar com a paralisação do Estado e evitar um default.
    "Chegamos a um acordo para elevar o teto da dívida e reabrir o governo", disse o democrata Harry Reid, líder da maioria no Senado.
O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, celebrou o acordo alcançado no Senado e encoraja a Câmara a "seguir esta estrada", apontou um comunicado da Casa Branca.
O acordo alcançado no Senado elevará o teto da dívida até 7 de fevereiro e garante o financiamento do Estado até 15 de janeiro, permitindo a "reabertura" dos serviços públicos federais.
O plano não inclui nenhuma disposição relativa ao Obamacare. A nova proposta será votada ainda hoje no Congresso.
(ANSA)

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA