Macedônia desmente morte de britânico por ebola

Segundo autoridades, cidadão do Reino Unido tinha "outro vírus"

Epidemia do vírus ebola já matou cerca de 4 mil pessoas
Epidemia do vírus ebola já matou cerca de 4 mil pessoas (foto: EPA)
07:58, 10 OutBELGRADO E LONDRES ZLR

(ANSA) - As autoridades da Macedônia desmentiram que a causa da morte de um britânico na capital do país, Skopje, tenha sido o ebola, segundo a agência sérvia Tanjug.
    O cidadão do Reino Unido, que apresentava febre alta e hemorragia interna, faleceu por conta de outro vírus, que não foi mencionado. Contudo, por precaução, o governo da nação balcânica intensificou a vigilância para evitar contaminações, e a polícia isolou o hotel onde a vítima morava.
    Já nos Estados Unidos, as autoridades sanitárias do Texas confirmaram que um sargento internado na última quarta-feira (8) não está com ebola. O homem havia mantido contato com Thomas Duncan, o primeiro paciente diagnosticado com a doença nos EUA. (ANSA)

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA