Após Nobel, Caxemira volta a registrar hostilidades

Premiação de indiano e paquistanesa interrompeu conflito

Malala Yousafzai e Kailash Satyarthi, os vencedores do Nobel da Paz de 2014
Malala Yousafzai e Kailash Satyarthi, os vencedores do Nobel da Paz de 2014 (foto: EPA)
16:01, 11 OutISLAMABAD E NOVA DÉLHI ZLR

(ANSA) - Após somente um dia de calma, foram retomados os bombardeios ao longo da fronteira da Caxemira entre os exércitos de Índia e Paquistão. A região é disputada pelos dois países desde o fim da colonização britânica, em meados do século XX.
    Segundo um comunicado das Forças Armadas de Islamabad, um homem de 70 anos foi ferido nos arredores de Rawalakot, na chamada Linha de Controle (LOC), divisa que separa as áreas controladas por paquistaneses e indianos.
    Por outro lado, Nova Délhi acusa os militares rivais de abrirem fogo contra quatro postos na zona, colocando em perigo os habitantes de alguns vilarejos. Na última sexta-feira (10), as hostilidades foram interrompidas por conta da escolha da paquistanesa Malala Yousafzai e do indiano Kailash Satyarthi como vencedores do prêmio Nobel da Paz de 2014.
    Ambos já fizeram apelos por uma solução pacífica para o conflito, que já dura mais de 60 anos. (ANSA)

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA