Príncipe Andrew diz se arrepender de amizade com pedófilo

Amizade o rendeu uma acusação de abuso sexual

Príncipe Andrew diz se arrepender de amizade com pedófilo
Príncipe Andrew diz se arrepender de amizade com pedófilo (foto: EPA)
20:36, 12 JanLONDRES ZSG

(ANSA) - O príncipe Andrew, filho da rainha Elizabeth II, disse que foi irresponsável manter uma amizade com o empresário norte-americano Jeffrey Epstein, que resultou no envolvimento do seu nome em acusações de abuso sexual.

    O príncipe foi acusado pela norte-americana Virginia Roberts de ter mantido relações quando ela era menor de idade e fazia parte de um "harém" de escravas sexuais montado por Epstein, acusado de pedofilia e prostituição.

    Andrew disse, segundo apontou a mídia local, ter refletido bastante sobre o erro de ter mantido uma amizade com o norte-americano e que não tem intenção de iniciar ações legais para defender seu nome. Ele se limita a desmentir o caso sempre que a acusação vem à tona.

    Histórico

    Roberts prestou queixa na Flórida recentemente contra o príncipe, em meio a um processo contra a rede organizada por Epstein, condenado em 2008.

    A mulher disse ter mantido relações com Epstein entre 1999 e 2002 na condição de escrava sexual e que ele a ofereceu a amigos ricos e poderosos, entre eles o príncipe. (ANSA)

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA