Hollande e Merkel pedem união da Europa para enfrentar crise

Os dois líderes discursaram na sede do Parlamento Europeu

Hollande e Merkel pedem união da Europa para enfrentar crise (foto: EPA)
20:39, 07 OutBRUXELAS ZSG

(ANSA) - O presidente francês, François Hollande, e a chanceler alemã, Angela Merkel, pediram às autoridades europeias que se unam para enfrentar as múltiplas crises que o continente enfrenta, como crise econômica, alto fluxo de imigrantes ilegais e o crescente sentimento nacionalista.

    Em discurso ao Parlamento Europeu em Estrasburgo, Hollande disse que "em todas as crises se manifesta o medo", mas que é preciso viver com esse sentimento sem ser dominado por ele.

    Segundo ele, a Síria, que enfrenta uma guerra civil, a ameaça dos jihadistas do Estados Islâmico (EI, ex-Isis), causando a fuga em massa de seu território, preocupa a todos, pois corre o risco de um "guerra total". Para Hollande, a situação do país pede a união de todos, inclusive Rússia e Irã, algo que desagrada a Comunidade Internacional, especialmente os Estados Unidos.

    "Toda a Europa precisa dar uma alternativa [aos sírios] entre Bashar al Assad e o Estado Islâmico", concluiu. Merkel, por sua vez, disse estar contente que, após um século de ódio, França e Alemanha estejam trabalhando pelos mesmos objetivos. "Agora estamos todos juntos, de esta plenária para a sociedade, para reforçar a ideia de Europa".

    Segundo ela, o continente enfrenta "um teste de dimensões históricas". "Precisamos estar determinados para contribuir com a Europa na solução de crises". (ANSA)

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA