Trump quer proibir entrada de muçulmanos nos EUA

Proposta foi divulgada pela sua equipe de campanha

O polêmico magnata Donald Trump, durante evento de campanha em Washington
O polêmico magnata Donald Trump, durante evento de campanha em Washington (foto: EPA)
20:35, 07 DezWASHINGTON ZLR

(ANSA) - O pré-candidato republicano à Presidência dos Estados Unidos Donald Trump quer proibir a entrada de todos os muçulmanos no país até que o governo entenda completamente "o que está acontecendo".

 

A proposta foi divulgada nesta segunda-feira (7), após o mandatário Barack Obama ter dito que o ataque em San Bernardino, na Califórnia, que deixou 14 pessoas mortas, foi uma ação terrorista. "Donald J. Trump pede um total e completo fechamento à entrada de muçulmanos nos Estados Unidos enquanto os representantes do nosso país não entenderem o que está acontecendo", diz um comunicado da campanha do magnata.

 

Já o porta-voz da Casa Branca, Josh Earnest, respondeu que as palavras do pré-candidato são "totalmente contrárias" aos valores dos norte-americanos e da segurança do país. O massacre da semana passada foi reivindicado pelo Estado Islâmico (EI), embora a hipótese mais provável é que seus autores, o casal Syed Farook e Tashfeen Malik (ambos mortos), fossem apenas simpatizantes do grupo jihadista. (ANSA)

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA