Premier canadense recebe refugiados sírios em aeroporto

Governo de Justin Trudeau pretende acolher 25 mil pessoas

O novo primeiro-ministro do Canadá, Justin Trudeau, reformulou política de acolhimento do país
O novo primeiro-ministro do Canadá, Justin Trudeau, reformulou política de acolhimento do país (foto: EPA)
20:44, 11 DezTORONTO ZLR

(ANSA) - O primeiro-ministro do Canadá, Justin Trudeau, foi pessoalmente ao aeroporto internacional Pearson, em Toronto, para receber um grupo de 164 refugiados sírios.

 

O grupo foi transportado por um avião militar canadense, como parte do plano do novo premier para abrigar 25 mil refugiados até o fim do próximo mês de fevereiro. O voo partira de Beirute, no Líbano, mas antes outras pessoas já haviam feito o mesmo trajeto em aeronaves civis.

 

Entre os 164 beneficiados pelo Canadá estão sírios que viviam no Líbano, na Jordânia e na Turquia, e a preferência foi dada a indivíduos "vulneráveis", como famílias sustentadas por mães solteiras ou pessoas doentes.

 

Em setembro passado, quando Trudeau ainda não havia chegado ao poder, a política de acolhimento canadense foi duramente questionada, principalmente após a divulgação da notícia de que o governo conservador do então premier Stephen Harper negara refúgio à família do menino sírio Aylan Kurdi.

 

Por conta disso, os genitores da criança que virou símbolo da atual crise de refugiados decidiram fazer uma travessia marítima entre Turquia e Grécia ao lado dos filhos, mas a viagem terminou em tragédia. Apenas o pai sobreviveu, e a foto do pequeno Aylan deitado na areia de uma praia de Bodrum comoveu o mundo. (ANSA)

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA