Refugiados são presos na Alemanha por suposta ligação com EI

Suspeitos estariam planejando atentados na Europa

Refugiados são presos na Alemanha por suposta ligação com EI
Refugiados são presos na Alemanha por suposta ligação com EI (foto: EPA)
16:57, 13 SetBERLIM ZSG

(ANSA) - Três supostos jihadistas sírios, solicitantes de asilo, foram detidos nesta terça-feira, dia 13, pela Polícia da Alemanha sob a suspeita de que tinham ligações com o Estado Islâmico (EI, ex-Isis) e de que planejavam atentados na Europa.
   
Operações foram realizadas em três centros de acolhimento de imigrantes e habitações no norte do país, nas regiões da Baixa Saxônia e Schleswig-Holstein.
   
Segundo autoridades locais, foram realizadas seis ações com cerca de 200 agentes de segurança e, além das prisões, foram confiscados celulares e documentos que agora passarão por investigações.
   
Os suspeitos, identificados como Mahir Al-H., de 17 anos, Mohamed A., de 26, e Ibrahim M., de 18, estavam sendo investigados pelo Serviço de Segurança Interna por possíveis ligações com os jihadistas do EI e tinham seus passos acompanhados há meses.
   
Segundo o ministro do Interior da Alemanha, Thomas de Maizière, eles podem estar ligados aos atentados realizados em 13 de novembro em Paris, na França, que deixaram ao menos 130 mortos e centenas de feridos.
   
As autoridades alemãs acreditam que eles chegaram ao país em novembro com documentos falsos e dinheiro fornecidos pelo EI. Eles teriam recebido treinamento em Raqqa, reduto dos jihadistas na Síria, antes de partir para a Europa por meio da rota balcânica, que passa por Turquia e Grécia. (ANSA)

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA