Mega ataque cibernético atinge mais de 70 países

Vírus se instala no computador e bloqueia arquivos

Mega ataque cibernético atinge mais de 70 países (foto: ANSA)
21:01, 16 MaiLONDRES ZCC

(ANSA) - Diversas empresas e hospitais de mais de 70 países - incluindo Itália, Espanha, Inglaterra e Portugal - informaram que foram alvos de ataques cibernéticos nesta sexta-feira (12).

Os equipamentos de informática teriam sido infectados com um vírus do tipo "ransomware", que bloqueia os arquivos. No entanto, não informações de que os hackers tenham tido acesso a dados pessoais.

Alguns sites de órgãos brasileiros também foram afetados pelo ataque, mas não causam problemas graves e o atendimento continua mantido.

O governo espanhol divulgou um comunicado em que aponta o ciberataque em várias companhias do país, entre elas a empresa de telecomunicações Telefónica. O ministério da Energia confirmou que "o ataque afetou pontualmente equipamentos de informática de trabalhadores de várias empresas".

Em comunicado, o Ministério afirmou que "o ciberataque não compromete a segurança dos dados nem se trata de um vazamento de dados".

O Serviço Nacional de Saúde (NHS) do Reino Unido também informou ter sido vítima do ataque. Vários hospitais do país afirmaram que os vírus causaram o cancelamento de consultas e atendimentos.

O "ransomware" é um pequeno programa, que se oculta em um arquivo de aparência inofensiva. Uma vez infectado, o usuário não pode ter acesso a seus arquivos enquanto não pagar um resgate.

Vírus roubado da NSA

O mega ataque cibernético que atinge mais de 70 países, em especial muitas empresas e entidades europeias e asiáticas, pode ter sido feito com o uso de um vírus roubado da Agência de Segurança Nacional (NSA) dos Estados Unidos, informou o jornal "The New York Times".

De acordo com a publicação, o vírus teria sido roubado pela grupo Shadow Brokers.(ANSA)

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA