Polícia saudita liberta mulher presa por usar minissaia

Para as autoridades, o caso é considerado como "encerrado"

Imagens da jovem viralizaram na internet (foto: ANSA)
10:21, 20 JulBEIRUTE ZCC

(ANSA) - A mulher presa na Arábia Saudita por usar uma minissaia foi libertada pela Polícia. Segundo um comunicado das forças de segurança, a jovem, cujo nome não foi divulgado, havia sido detida por "ultraje à moral pública" por sair em público "seminua" - ela também usava uma blusinha preta.

De acordo com a nota, a mulher foi interrogada por algumas horas e disse que os vídeos foram publicados sem sua autorização. "O caso foi encerrado", diz a Polícia.

As imagens da jovem, que a mostram andando por uma rua na vila de Ushaiqir, cerca de 200 quilômetros a noroeste da capital Riad, viralizaram na internet, ainda mais por terem sido feitas em um país conhecido pelas rigidez com que trata as mulheres.   

 

De acordo com a Polícia, a garota admitiu ser ela no vídeo, mas disse que não sabia da repercussão que as imagens tinham causado nas redes sociais. Com cultura conservadora, a Arábia Saudita não permite que mulheres andem nas ruas com roupas que não cubram da cabeça aos pés. (ANSA)

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA