Líderes mundiais condenam atentado em Barcelona

O craque Cristiano Ronaldo também se manifestou sobre o ataque

Trump, Macron e Brasil condenam atentado em Barcelona
Trump, Macron e Brasil condenam atentado em Barcelona (foto: EPA)
20:14, 17 AgoNOVA YORK ZLR

(ANSA) - O presidente Donald Trump disse que os Estados Unidos "condenam" o atentado terrorista em Barcelona, segunda maior cidade da Espanha e capital da comunidade autônoma da Catalunha.
   

"Faremos o que for necessário para ajudar. Sejam firmes e fortes, nós amamos vocês", escreveu o mandatário norte-americano em seu perfil no Twitter.

 

The United States condemns the terror attack in Barcelona, Spain, and will do whatever is necessary to help. Be tough & strong, we love you!

— Donald J. Trump (@realDonaldTrump) 17 de agosto de 2017  

 

Já o presidente da Comissão Europeia, Jean-Claude Juncker, afirmou que o bloco não se deixará intimidar por "tal barbárie".
   

"Esse ataque covarde atingiu deliberadamente aqueles que aproveitavam a vida e compartilhavam seu tempo com a família e os amigos", acrescentou o chefe do poder Executivo da União Europeia.
   

Por sua vez, o presidente do Parlamento Europeu, Antonio Tajani, exprimiu sua "solidariedade" às vítimas do atentado terrorista. "Toda a UE está unida em defesa da paz", escreveu o italiano no Twitter.

A rede social também foi usada pelo presidente da França, Emmanuel Macron. "Meu pensamento e a solidariedade da França vão às vítimas do trágico atentado em Barcelona. Permaneçamos unidos e determinados", declarou.

Já o Brasil, por meio de uma nota do Ministério das Relações Exteriores, disse que "deplora veementemente" o atentado desta quinta.

"O Brasil reitera sua condenação a todo e qualquer ato de terrorismo, qualquer que seja sua motivação, ao mesmo tempo em que expressa, consternado, seu sentimento de pesar às famílias das vítimas e estende votos de plena e rápida recuperação aos feridos", afirma o comunicado, acrescentando que, até o momento, não há registro de brasileiros entre as vítimas.

As mensagens de condolências não ficaram restritas à política. Em seu perfil no Twitter, o craque Cristiano Ronaldo, estrela máxima do Real Madrid, disse estar "consternado com as notícias que chegam de Barcelona". "Todo o apoio e solidariedade às famílias e amigos das vítimas", reforçou.
   

O piloto de Fórmula 1 Fernando Alonso, um dos maiores ídolos esportivos da Espanha, também se manifestou. "Que tristeza tudo o que está ocorrendo em Barcelona. Meu apoio para as famílias das vítimas, feridos, nestes momentos duros. Chega!", escreveu. 

(ANSA)

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA