Trump está com saúde 'excelente', diz médico da Casa Branca

Presidente passou pelo primeiro check-up de seu mandato

Trump está com saúde 'excelente', diz médico da Casa Branca
Trump está com saúde 'excelente', diz médico da Casa Branca (foto: EPA)
11:37, 13 JanWASHINGTON ZBF

(ANSA) - Após uma onda de especulações, o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, de 71 anos, superou a primeira avaliação médica de seu mandato e "goza de excelente saúde", de acordo com um relatório publicado ontem (12) pela Casa Branca.
   

O exame foi conduzido pelo médico Ronny Jackson, encarregado de supervisionar a saúde do ex-presidente Barack Obama desde 2013. O especialista dará uma coletiva de imprensa na próxima terça-feira (16), mas já antecipou que os resultados são bons.

"O exame presidencial realizado no Centro Médico Militar Nacional Walter Reed foi excepcionalmente bem. Trump goza de excelente saúde e espero dar mais detalhes sobre isso na terça", disse.

No entanto, a Casa Branca descartou ontem a possibilidade do magnata republicano passar por uma análise psiquiátrica, incluindo estado cognitivo, memória e funções neurológicas.
   

Este foi o primeiro check-up médico de Trump desde que assumiu a Presidência dos Estados Unidos, no início de 2017. O exame mede pressão sanguínea, nível de açúcar, batimentos cardíacos e peso.
   

Nos últimos meses, surgiram rumores sobre a saúde de Trump devido a comentários de assessores e àlgumas dificuldades apresentadas pelo republicano em discursos e coletivas de imprensa.
   

Trump também tem uma vida mais sedentária que a de seus antecessores. Ele não pratica exercícios regularmentes, consome mais de 10 latas de refrigerante por dia, doces, sorvetes e carne mal passada. Aos 71 anos, Trump é o presidente mais velho dos Estados Unidos.
   

Michael Wolff, autor do livro "Fire and Fury: Inside the Trump White House" ("Fogo e Fúria: Dentro da Casa Branca de Trump", afirmou que o president não tinha condição mental de liderar a Casa Branca. (ANSA)

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA